Notícias

ortopedia esportiva: quais são os melhores esportes para amadores?

Atleta profissional e atletas amadores fiquem atentos às recomendações

16/01/2019 - 08:00

Nesta época do ano, as pessoas costumam procurar por esportes que sejam adequados ao estilo de vida, rotina e aptidões que possuem.A primeira dúvida que costuma surgir é sobre qual esporte atribui maiores benefícios à saúde. É um questionamento válido, que pode ser facilmente esclarecido por um ortopedista.

 

 

Nessa situação, o médico avalia a condição física do paciente e em qual modalidade esportiva o seu corpo se encaixa melhor. Mesmo que as pessoas que não são atletas pratiquem o esporte de forma moderada, o acompanhamento do ortopedista é essencial, visto que ele é o especialista responsável por investigar os aspectos clínicos locomotores do paciente. Durante a prática esportiva, é importante manter as visitas ao ortopedista¸ porque ele poderá prevenir e diagnosticar possíveis lesões, além de tratar de danos provocados no sistema locomotor do esportista.

 

 

 

 

A prática incorreta do esporte, seja qual for ele, pode atingir as articulações, musculatura e nervos, ocasionando as seguintes lesões: Fraturas; Fissuras; Entorses; Rompimento de tendões; Lesões ligamentares; Tendinites; Bursites; Lesões das cartilagens articulares; Joelho de corredor (síndrome femoropatelar); Canelite (Periostite tibial); Fascite Plantar; Luxação e instabilidade nos ombros.

 

Atletas amadores ou profissionais que não seguem as orientações médicas podem adquirir problemas de saúde irrecuperáveis”, alerta Dr. Alan Aloísio.

 

 

Quais os cuidados que os amadores devem ter durante a prática esportiva?

 

Seja o baba do fim de semana, o vôlei na quadra perto de casa ou o tênis no clube, todos causam impactos, em níveis diferentes, no nosso corpo. Por isso, é recomendado fazer alongamento de forma correta antes e após a prática do esporte. “É importante também realizar um treino funcional paralelo ao esporte escolhido, mesmo que seja apenas duas vezes na semana”, aconselha o especialista. A sobrecarga da atividade é um outro problema. Muitas vezes, o atleta não sabe determinar a intensidade e duração da atividade. Deste modo, o que era para ser benéfico, torna-se prejudicial. “ Eu sempre digo aos meus pacientes que se atentem para os limites que o corpo costuma dar, pois respeitá-los é importantíssimo para evitar lesões”.

 

 

Afinal, quais são os melhores esportes para amadores?

 

Para cada categoria, existe um padrão físico com características que facilitam a execução do esporte. Por exemplo, a altura e a força física fazem muita diferença no vôlei e no basquete, portanto, mesmo que não seja uma regra, se você possui uma estatura menor, provavelmente, a prática exigirá mais ainda do seu corpo. O interessante é realizar algo que seja prazeroso e que não comprometa sua saúde. E o tradicional futebol? Pode ser praticado por todos? Fique calmo (a)! Ele não é proibido, mas seria interessante analisar qual a sua posição em campo, e o quanto que ela exige de você. Essa regra vale para outras práticas também. Além das suas habilidades naturais, o médico poderá orientar melhor sobre o esporte que é perfeito para você.

 

 

Dr. Aloísio Alan CRM 14248-BA
Membro Titular da Sociedade Internacional de Cirurgia do Joelho, Artroscopia e Medicina Esportiva (ISAKOS)
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT)
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Ombro e Cotovelo (SBCOC)
Professor do Curso de Medicina da UESB

Comentários

Os comentários aqui descritos não respresentam opnião da Revista Personnalité e é de inteira responsabilidade do usuário.

Mais Lidas