Notícias

Uma breve história do nosso município

08/11/2018

 

Registros históricos apontam que os primeiros povos de nossa terra foram os indígenas das tribos: Mongoyó, Ymboré e Pataxó.  Por muito tempo, eles brigaram pela ocupação do território, quando o bandeirante João Gonçalves da Costa chegou por aqui em 1720, a disputa pelas terras ficou ainda maia acirrada. Anos depois  João Gonçalves venceu os confrontos e fundou o Arraial da Conquista.

 

 

Após os esgotamentos das minas de Rio de Contas, o bandeirante ambicionava lugares novos que possuíssem minério. Apesar de não ter encontrado nada disso, resolveu permanecer por aqui. A partir daí as terras que eram cercadas por florestas e matas densas, passaram a ser pastos que abrigaram os rebanhos bovinos vindos das Minas Gerais.

 

 

Em 1840 o Arraial da Conquista passou a ser Vila da Conquista, distrito pertencente a Vila de Caitité, a esta altura, o número de colonizadores, negros, sertanejos e litorâneos não parava de multiplicar. Cinquenta e um anos depois em 1891, deixamos de ser Vila e passamos a ser configurada como cidade, batizada agora como Conquista. No dia 09 de novembro deste mesmo ano, foi instaurada a primeira câmara municipal de vereadores. Esse dia foi tão importante, que esta data é hoje o dia oficial do aniversário da cidade.

 

 

Em 1920, Conquista era o destaque da região e já havia integrado 16 municípios, com grande influência no comercio local e regional, através da venda de produtos agrícolas e pecuárias. A construção da Avenida Brumado e da Avenida Presidente Dutra, anos depois, facilitaram o acesso à cidade, intensificando ainda mais o crescimento populacional. Neste mesmo período, nossa cidade ganhou um novo nome:Vitória da Conquista. Até hoje, o município apresenta dados de desenvolvimento econômico que surpreendem e a elegem como a melhor cidade da Bahia, segundo dados divulgados pela Macrolam em 2015.

Fotos:  divulgação da internet.

Fonte:http://conquistacom.blogspot.com/2015/01/historia-de-vitoria-da-conquista-ba.html.

Comentários

Os comentários aqui descritos não respresentam opnião da Revista Personnalité e é de inteira responsabilidade do usuário.