Notícias

O QUE FAZER ANTES DE INICIAR UM ESPORTE ?

O Dr. Alan Aloísio esclareceu todas as dúvidas sobre o assunto

27/06/2019 - 08:00

Juntamente com a prática esportiva, vem a otimização da saúde, melhora na estética e o momento de lazer. Mas para aproveitá-los com segurança, é necessário que o atleta, mesmo que amador, procure por orientações médicas e realize exames preventivos antes de iniciar o esporte.

A dica vale para todas as idades. Segundo o ortopedista Dr. Alan Aloísio, cada paciente possui variáveis que determinam acompanhamentos individualizados como: estilo de vida, organismo e estrutura óssea. “Quando realizados corretamente, a atividade física fortalece os ossos e músculos, melhora a capacidade cardiorrespiratória e combate a obesidade. Os benefícios ainda se estendem ao bem-estar e autoestima do atleta, visto que é liberada a endorfina durante a realização”, afirma.

 

 

O próprio conceito de esporte institui pré-requisitos como o envolvimento de habilidades e capacidades motoras para realização da atividade. Mas como identificar esse padrão? A resposta depende muito das habilidades e da condição física do atleta, a avaliação de um ortopedista em conjunto com outros profissionais responderá a todas essas questões.

Veja quais esportes são recomendados de acordo com cada faixa etária:

 

 

Entre 5 a 10 anos

Nesta idade, as crianças possuem energias de sobra, por isso é bastante comum os pais matricularem os filhos bem cedo em escolinhas de futebol. Contudo, conforme o Dr. Alan Aloísio, até os 5 anos de idade, o correto é buscar por esportes que realizem movimentos simples e naturais. A natação, o ballet, as artes maciais e o atletismo são alternativas ideais, pois são adequadas à estrutura esquelética da criança e ainda promovem a expressão corporal e o desenvolvimento motor.

 

 

 

Entre 15 e 20 anos

A partir dos 15 anos, já é possível trabalhar a flexibilidade, a força e adquirir massa muscular. Nesse caso, os esportes mais indicados são aqueles que trabalham a resistência e postura corporal como a ginástica localizada, pilates e exercícios aeróbicos.

 

Entre 20 e 30 anos

Nesta fase da vida, inicia-se a preocupação com o aumento do peso, portanto os esportes perfeitos são aqueles que controlam o percentual de gordura e tonificam os músculos. Logo as caminhadas, corridas e musculação são ótimas opções.

 

 

 

 

Entre 40 e 50 anos

Para esta faixa etária, há duas grandes medidas preventivas necessárias: retardar à descalcificação dos ossos e manter a massa magra. Danças, yoga e pilates cumprem esses requisitos e ainda ajudam a controlar a flacidez.

 

 

 

 

Acima de 60 anos

Dessa fase em diante, o maior cuidado do atleta será buscar a proteção dos ossos e ganhar cargas maiores de força e equilíbrio. Exercícios com grande impacto como a hidroginástica, e a natação são os mais apropriados a esse grupo. Embora a idade do paciente determine alguns cuidados, nem sempre a regra é aplicada a todos os casos, por isso a informação nunca substitui a avaliação com um profissional.

 

Em meu consultório recebo alguns pacientes que desconhecem a importância da avaliação clínica e de resultados de exames antes da prática de atividades esportivas. Há casos de pacientes que possuem sérios problemas de saúde, necessitam de um rigoroso acompanhamento e só descobrem isso durante a consulta ”, esclarece Dr. Alan.

 

*   Dr. Aloísio Alan- CRM 14248-BA : Membro Titular da Sociedade Inter- nacional de Cirurgia do Joelho, Artroscopia e Medicina Esportiva (ISAKOS) Membro Titular da Sociedade Brasi- leira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Ombro e Cotovelo (SBCOC) Professor do Curso de Medicina UESB UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA

Comentários

Os comentários aqui descritos não respresentam opnião da Revista Personnalité e é de inteira responsabilidade do usuário.