Notícias

#TBT; Irma Lemos: primeira prefeita de Vitória da Conquista

Conhecida por sua personalidade forte e acolhedora, há seis décadas Irma Lemos é muito mais do que uma representante das mulheres na política

09/01/2020 - 08:00

 

Muitas mulheres ainda têm dificuldades para ocupar cargos de poder, ter voz ativa, ser eleitas e tomar decisões políticas. Isso acontece porque, ao longo da nossa história, a representatividade feminina é ainda pequena na gestão pública. No entanto, estamos em um período no qual o protagonismo da mulher está em evidência e constante evolução. A cidade de Vitória da Conquista que, em 1935, presenciou dona Zazá ser eleita a primeira mulher vereadora da cidade, neste ano de 2019, após quase 90 anos, ficou marcada para a população, sobretudo para as mulheres, pois, em um momento histórico, uma mulher, Irma Lemos, tornou-se a primeira prefeita do Município, assumindo o cargo durante 10 dias.

 

 

O Termo de Transmissão de Cargo nº 87/19 foi assinado no dia 8 de outubro de 2019, pelo prefeito Herzem Gusmão, que se ausentou para gozo de férias.  “Foi um momento emocionante, simbólico e não apenas meu, mas de todas as mulheres de Vitória da Conquista”, Irma Lemos.

 

 

UMA PAIXÃO QUE COMEÇOU CEDO

Conhecida por sua personalidade forte e acolhedora, há seis décadas Irma Lemos é muito mais do que uma representante das mulheres na política. A trajetória dela no campo social começou ainda na sua terra natal: o povoado de Lagoa de José Luís, local onde esteve à frente de projetos solidários que mudaram a vida da comunidade. Em 1965, ainda jovem, saiu da zona rural para seguir os estudos em Vitória da Conquista. Aos 17 anos, começou a desenhar uma brilhante história na política, assumindo a função de cabo eleitoral para ajudar os amigos e parceiros, além de incentivar a participação feminina em um campo predominantemente masculino.

“Nesta época tivemos muita empolgação, com todas mulheres envolvidas, na cidade e na zona rural”, relata.

Anos mais tarde, no poder legislativo, Irma desempenhou três mandatos de vereadora no Município. No ano de 2000, ela colocou pela primeira vez o seu nome para a disputa de uma vaga na Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista. Assim, foi eleita para o mandato de 2001-2004 e reeleita para o mandato de 2005-2008. Na eleição de 2008, ela não se reelegeu, mas permaneceu na política promovendo os seus projetos sociais.

Na eleição de 2012, voltou novamente à Câmara de Deputados. Cinco anos mais tarde, em 2016, decidiu traçar novos desafios e aceitou o convite para ser candidata a vice-prefeita com Herzem Gusmão. Acumula atualmente o cargo de vice-prefeita com o de secretária de Desenvolvimento.

Comentários

Os comentários aqui descritos não respresentam opnião da Revista Personnalité e é de inteira responsabilidade do usuário.