Notícias

Confira os momentos mais marcantes do FIB

Essa edição teve de tudo, declaração de Lulu Santos para o seu companheiro, calcinha atirada por fã em Luan Santana, bolo surpresa para Alok e muito mais. Acompanhe!

27/08/2018 - 16:50

Quem esteve no Festival de Inverno este ano, ainda está extasiado com tantas emoções que a festa proporcionou. Certamente, esta foi uma das edições mais marcantes do festival.  Prova disso, foi a grande repercussão do público nas redes sociais.

Depois de 3 dias inesquecíveis como estes, fica até difícil retomar a rotina, mas, agora é aguardar ansiosamente pela próxima edição, porque essa com certeza ficou para história.

 

Aplausos para aquele palco!

Além das super atrações, toda a estrutura encantou o público. A arena principal ganhou um novo layout de arrancar suspiros, devido ao design e tamanho do palco.

 

 

A Vila da música, antigo barracão universitário, também surpreendeu pelo aumento de sua infraestrutura e qualidade das atrações. A tendência é que o espaço se transforme em um segundo palco principal futuramente.

A arena eletro Rock não deixou a desejar, afinal, o FIB tem espaço para todo mundo. Todos os lugares foram bem planejados para acolher a diversidade do público.

 

Foto: Mega Rádio.

 

Primeiro Dia

 

O eterno galã Fabio Jr. deu início as apresentações do FIB 2018. A  sua elegância e talento fizeram os românticos de plantão vibrarem em cada Hit de sua carreira. Os fãs enlouqueceram quando o artista cantou os grandes sucessos “Só Você” e “Alma Gêmea”.  Fabio Jr. Ficou encantado com a receptividade das pessoas e interagiu bastante com público durante o show. Com certeza, o cantor está na lista dos mais esperado para os próximos anos.

 

 

Haja coração para este primeiro dia, depois de Fábio, foi a vez de Biquíni Cavadão agitar galera e relembrar grandes sucessos do Rock dos anos 80. A banda é veterana do FIB, já estão em sua décima primeira participação, e mais uma vez fizeram um show inesquecível.  Teve direito até participação de um fã, que cantou uma música junto com a banda.

 

 

 

Agora, quem roubou a cena foi Luan Santana, a euforia das fãs foi tanta que uma delas atirou a calcinha direto no rosto do cantor. Ele rebateu dizendo: “Existe coisa melhor para se levar na cara?”. Luan cantou antigos sucessos como “Meteoro”, “Cê Topa” e “Dia, Lugar e Hora”. Depois partiu para uma pegada mais caliente cantando “Vamos acordar este prédio” e “ Vai malandra” da Anitta.  Esta foi a segunda vez do artista no festival, esperamos que retorne outras vezes.

 

Foto: Laécio Lacerda/ Arte: M. Saback.

 

Segundo dia

A duplinha mais aguardada deste festival, Anavitória, se apresentou no segundo o dia, abrindo a noite com muita doçura e leveza.  A estreia delas no FIB foi emocionante, suas lindas canções sensibilizaram bastante o público.  Ana Caetano e Vitória Falcão estão vivendo um momento muito marcante de suas carreiras. No FIB, encerraram a primeira turnê e já se preparam para rodar com um trabalho novo. A estreia será em Feira de Santana-Ba.

 

 

 

 

Na sequência Paulo Miklos apresentou seu novo álbum, fez questão de mostrar toda sua versatilidade musical e porque inegavelmente merece o título de “Titã” do rock nacional. Esta foi a primeira vez dele no festival em carreira solo, as outras duas vezes, ele esteve aqui com a sua antiga banda, os Titãs.

 

 

A terceira apresentação foi comandada pela irreverente e estrela do rock Pitty. Seu show foi um verdadeiro furacão, o público foi ao delírio com os sucessos antigos “ Teto de Vidro”, ”Anacrônico” e “Sete vidas”. Ela também apresentou a nova canção “Te conecta” que apresenta muito bem sua nova fase.

 

 

Fechando a noite com chave de ouro, Lulu Santos aqueceu a madrugada quando declarou seu amor ao companheiro, Clebson Teixeira, chegou a dedicar uma música a ele durante o show.”Fiz para o meu amor, que está aqui hoje, em Vitória da Conquista. E, se depender de mim, estará sempre”.  O público vibrou em cada clássico de Lulu, principalmente quando ele cantou “Orgulho e Preconceito”.

 

 

 

Terceiro dia

 

Domingo, com certeza, foi o dia mais esperado por todos. A primeira atração da noite foi a banda Roupa Nova, o atraso de 2 horas devido a problemas aéreos dos equipamentos, não desanimaram o público, pelo contrário, todos vibraram muito quando o grupo iniciou o show cantando o hit “ Linda demais”, depois seguiu com “Anjo”, “Felicidade” e “Meu Universo é Você”, público retribuiu o carinho com estrondoso coroem todas as canções.

 

 

Depois de muito romantismo e nostalgia, foi a vez de Capital Inicial estremecer à arena.  Grande nome do Rock e já conhecido pelo público do festival, esta  é a décima primeira participação deles, e em todas fizeram bonito. A sintonia que Dinho Ouro Preto tem com seus fãs é indescritível, quando ele cantou “ Primeiros Erros”, a arena flutuava junto com o artista.  A temperatura subiu ainda mais quando ele cantou “Não Olhe pra Trás”, “Música Urbana”, “Natasha” e “À Sua Maneira”. Uma hora de show foi pouco para relembrar todos os seus sucessos.

 

 

Alok encerrou o festival com grande estilo. A arena se transformou numa verdadeira rave, acompanhada de fogos de artificio, luzes frenéticas e muita fumaça. Foi incrível. A versatilidade do repertório do DJ agradou a todos, teve de tudo, dance music, hip hop, funk e rock n’ roll.

 

 

O Dj completou ontem 27 anos, o aniversário ficou para história, tanto para ele que recebeu um bolo surpresa de sua noiva, a baiana Romana Novaes,  e para público, que foi presenteado com o talento de Alok.

 

Foto: Thiago Alves.

 

O Dj se despediu e correspondeu o carinho do público com uma música a mais,“Obrigado por fazer o melhor aniversário da minha vida. Queria poder retribuir esse carinho, então, primeiro, o pedido de vocês é uma ordem e vamos tocar mais uma, e segundo, vamos fazer história hoje em Conquista!”

 

Fotos: Wesley Souza e Elisângela Souza.

 

Comentários

Os comentários aqui descritos não respresentam opnião da Revista Personnalité e é de inteira responsabilidade do usuário.